Orientações aos iniciantes na prática do Hatha Yoga

57 Flares Twitter 0 Facebook 52 Google+ 5 LinkedIn 0 57 Flares ×

Cristiano em parivrtta ardha rajakapotasana na sala de Yoga do Ar+Zen » foto por Ana Lorena Magalhães

Cristiano em parivrtta ardha rajakapotasana na sala de Yoga do Ar+Zen » foto por Ana Lorena Magalhães

» por Milton Cunha (1919-2000)

As técnicas de respiração, relaxamento e meditação constituem a base da prática do Hatha Yoga. Dessa forma, não devemos confundir o Hatha Yoga com o contorcionismo das ginásticas que exigem do corpo o máximo de flexibilidade. Na realidade, a milenar ciência indiana é muito mais a interação corpo-mente do que um simples exercício físico. Essa visão holística nos conduz a uma reeducação integral, o caminho do autodomínio que nos leva a uma transformação interior.

Yoga não é religião, apesar de fortemente impregnada de Hinduísmo. Sua prática vitaliza a vida religiosa, qualquer que seja o seu credo. Não é difícil, não cansa, não desperdiça energias, podendo ser praticada por pessoas de ambos os sexos em qualquer idade, tornando-se acessível aos idosos e enfermos. Também não é uma ginástica. Suas posições ou posturas são representações simbólicas, expressando uma maneira de estar para atingir um modo de ser, orientando a circulação de energias em todo o corpo.

Cristiano em matsyendrasana, uma postura clássica de torção, na sala de Yoga do Ar+Zen » foto por Marília Romano

Cristiano em matsyendrasana, uma postura clássica de torção, na sala de Yoga do Ar+Zen » foto por Marília Romano

A psicoterapia através do Yoga se explica pela conjunção simultânea e sinérgica de cuidados e orientações dietéticas, psicológicas, morais, estéticas e filosóficas. Todavia, não se torna necessário para a sua prática o abandono dos hábitos sociais ou alimentares.

Ao iniciante de Hatha Yoga não é exigido nenhum regime alimentar especial ou qualquer outra interdição. Porém, aos poucos, com a progressão dos exercícios e o paulatino desenvolvimento do Ser, vai o yogin (praticante de Yoga) percebendo que determinados hábitos e alimentos devem ser abandonados, por serem prejudiciais ao organismo e à elevação espiritual.

Os extraordinários efeitos do Hatha Yoga são observados rapidamente e são duradouros, mesmo que se deixe de praticá-los regularmente.

O Yoga atinge o homem como um todo – nos planos físico, mental e espiritual -, dependendo de cada pessoa a conquista do autodomínio, o caminho da saúde perfeita.

O professor Milton Cunha (1919-2000) foi um dos primeiros a lecionar Yoga no Estado do Ceará, tendo conhecido e convivido na década de 1960 com o professor Caio Miranda (1909-1969), no Rio de Janeiro.

Texto digitado por Cristiano Bezerra em 5 de outubro de 2001.

Gostou? Compartilhe com todos os seus amigos...

Comentários

Orientações aos iniciantes na prática do Hatha Yoga — 4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *